25/04/2012

notícias aos navegantes


Por toda a costa se avistam restos do que fora agora. Em passos lentos caminham. (Isso não é um poema português, além da taprobana). Somos mais que sangue e carne: prisão primeira é a cabana do lar. Não sente fome, não sente frio. É insone, mesquinha e tal. Meu pai, perdoe se pus em prática tantas asneiras quanto as que me expôs e me fez prometer não repeti-las. Ensinaste-me: fui mais burra talvez do que um sentinela a rodar: corri riscos nunca dantes navegados, mas como sempre disse: “quanto maior, mais bobo”. Choram todos os nossos antepassados, choro eu, chora você.

Meu filho brinca trovoadas. Teu neto adoraria a tua presença, eu adoraria a tua presença. As páginas, as frases, os verbos, orações... são minha casa. A cada dia a presença tua é mais forte, a lembrança mais viva, e a dor mais calma. Por isso estou tentando aplicar isso em todos os contextos – e corpos, e almas – da minha vida. Tudo mudou, sempre muda. As coisas ficam mais embaçadas, mas depois que chove o céu abre de novo.

Não sei se ano que vem te escrevei novamente. Não sei nem se estarei aqui, ou aí. Mas estarei em algum lugar, ao certo. Ou no incerto. Tanta raiva, tanta dor, tanto menos enquanto achávamos que era mais... tudo isso pra terminarmos assim, mortos.

4 comentários:

Luciano disse...

Estava navegando... indo daqui prali quando dei aqui... e li.
Aí percebi que estava ouvindo My grown up Christmas list, da Jane Monheit, e ela cantando "no more lives torn apart"...
Então acho que entendi, e comecei a contemplar os meus restos também por outras costas, alguns esquecidos, mas eu estava com eles também... e pude receber o seu feliz aniversário...

Luciano disse...

Estava navegando... indo daqui prali quando dei aqui... e li.
Aí percebi que estava ouvindo My grown up Christmas list, da Jane Monheit, e ela cantando "no more lives torn apart"...
Então acho que entendi, e comecei a contemplar os meus restos também por outras costas, alguns esquecidos, mas eu estava com eles também... e pude receber o seu feliz aniversário...

ulisses sebrian disse...

Ola! Tudo Bem! Me nome é Ulisses Sebrian
e visitei o seu blog e gostei muito. Entrei como
Seguidor se não se importa. Parabéns pelo seu blog
e boa sorte.
Gosto de literatura.
Sou autor de 9 romances disponíveis em meus blogs.
Ah!Também tenho 4 blogs e gostaria que o visitasse.
E se possível entrar como seguidor. Obrigado
Os meus blogs são:
http://truquedevida.blogspot.com.br/
http://olhosdnoite.blogspot.com.br/
http://melquisarcarde.blogspot.com.br/
http://concientein.blogspot.com.br/
http://romancesespeciais.blogspot.com.br/

António Jesus Batalha disse...

Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
Deixo a minha benção e a paz de Jesus.

Muú